Ações do Sindicato garantem mais de R$ 2 milhões em indenizações à jornalistas

 

O Sindijornalistas tem uma atuação constante contra os abusos trabalhistas praticados pelas empresas. Diante das demandas recebidas (individuais ou coletivas), ações são impetradas na Justiça para garantir os direitos burlados pelas empresas, resultando na adequação das rotinas de trabalho e pagamento de direitos negados. Nos últimos anos, essas ações garantiram o pagamento de verbas indenizatórias de mais de R$ 2 milhões.

Recentemente o Sindicato obteve vitórias em processo contra a Organização das Cooperativas – OCB/ES), com indenização por práticas de assédio moral e pagamento de horas extras devidas à jornalista, diante do reconhecimento da carga horária de cinco horas para assessor de imprensa.

Cesan

Jornalistas da Cesan também receberam verbas indenizatórias após a justiça reconhecer a jornada de cinco horas aos profissionais que ali atuavam e exigir o pagamento referente às horas extras trabalhadas acima das contratadas. Ação semelhante contra a Codesa também foi ganha pelo Sindijornalistas.

Correios

Negociações do Sindicato também têm garantido o reconhecimento da jornada diferenciada da categoria, a exemplo dos jornalistas que trabalham nos Correios.

Ação contra A Tribuna aguarda julgamento

O processo trabalhista impetrado pelo Sindijornalistas, em 2007, contra Rede Tribuna para o pagamento de horas extras registradas aos jornalistas está em fase final de julgamento no Tribunal Superior do Trabalho. Além das horas extras devidas, a empresa terá que pagar outros direitos sociais como INSS (previdência), FGTS, férias e 13º salário.

Atendimento Jurídico

Para garantir que os seus direitos sejam respeitados, o jornalista deve sempre que tiver dúvida procurar o Sindicato e agendar uma consulta com a nossa assessoria jurídica, pelo telefone (27) 3222.2699 ou (27) 99759.2699. Dúvidas sobre relação empregatícia podem ser enviadas para o e-mail: sindicato@sindijornalistases.org.br