Acordo coletivo: reuniões mediadas pelo MPT acontecem em dezembro

Com mediação do Ministério Público do Trabalho, dirigentes do Sindijornalistas e representantes dos sindicatos patronais retomam, em dezembro, as negociações de cláusulas econômicas do acordo coletivo de 2008. No dia 5, a reunião será com o Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Espírito Santo (Sertes), e, no dia 11, com o Sindicato das Empresas de Jornais, Periódicos, Revistas e Similares do Estado do Espírito Santo (Sindjores). Os encontros serão realizados às 10 horas, no MPT, que fica na Avenida Adalberto Simão Nader, 531, Mata da Praia, Vitória-ES.

O pedido de intermediação do Ministério Público foi solicitado pelo Sindicato dos Jornalistas com o objetivo de estabelecer mais uma tentativa de acordo entre as partes, antes de dar início ao processo de dissídio coletivo, aprovado pela categoria, em assembléia geral, no dia 13/11. Para o Sindijornalistas, esta nova rodada de negociação é mais uma oportunidade para que a proposta dos empresários avance.

Os jornalistas querem reposição da inflação –  que é de 5,9% –, ganho real de 5% e tíquete-alimentação. As empresas oferecem reajuste da inflação do período para todos os jornalistas que ganham acima do piso salarial. No piso salarial, reajuste de 9,21% e abono de R$ 100,00 para os jornalistas que já estavam nas empresas antes de 1º de maio 2008, data-base da categoria. Tal proposta foi rejeitada pelos jornalistas capixabas.