Após pressão do Sindijornalistas Sinco se compromete negociar convenção de Assessores

Depois de receber um ofício do Sindijornalistas, o Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social (Sinco) se comprometeu a dar uma resposta para os assessores de imprensa em relação à convenção coletiva apresentada em junho pela categoria. O prazo pedido pelo sindicato patronal foi até o dia 25 deste mês. O ofício emitido pelo Sindicato dos Jornalistas quebrou um silêncio de quatro meses por parte das empresas, que se recusavam a validar a proposta dos jornalistas capixabas ou apresentar uma outra que contemple os interesses da categoria.

 

No ofício o sindicato deu um prazo até a quinta-feira (14) para o Sinco se pronunciar sobre o assunto. Caso contrário, o Sindijornalistas iria recorrer no dia posterior à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE – ES) para resolver o impasse causado pelo sindicato patronal. O Sindijornalistas irá aguardar a resposta do Sinco, porém, a denúncia contra a entidade que representa o empresariado não está descartada, bem como solicitação imediata de fiscalização nas assessorias, caso não cumpram com o prazo prometido e não apresentem uma proposta decente aos jornalistas assessores.

A proposta de convenção coletiva formulada pelo Sindijornalistas e enviada ao Sinco, prevê, um piso salarial de R$ 1265,00 para carga horária de 5 horas diárias e seguro de vida no caso de viagens a trabalho, entre outros benefícios.

A diretoria do Sindijornalistas irá se reunir na próxima semana para discutir as próximas ações que serão realizadas junto à categoria. Mais uma vez reforçamos que é de fundamental importância que os jornalistas mostrem sua indignação com o salário que recebem e o excesso de trabalho. Para os twitteiros, participe da ação colocando em suas mensagens #NãoPisenoMeuPiso. Em nosso twitter também está um avatar com os dizeres, que podem ser compartilhado nas redes sociais.