Ato público nacional em Brasília defende formação e regulamentação dos Jornalistas

O Ato acontece nesta quarta-feira, dia 17 de setembro

Na semana em que a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) completa 62 anos de história, jornalistas brasileiros se reúnem em frente ao STF num Ato público em defesa do diploma para o exercício da profissão. O Ato acontece às 13 horas desta quarta-feira, dia 17 setembro, na Praça dos Três Poderes, em frente ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Parlamentares, entidades e movimentos sociais já confirmaram presença no evento.

A Fenaj completa dia 20, sábado, 62 anos de lutas. E a comemoração será na rua, no ato em defesa do Jornalismo de qualidade. Caravanas e representações de 20 dos 31 Sindicatos de Jornalistas estarão em Brasília. Diretores da FENAJ e do Sindicato dos Jornalistas do DF intensificaram, nesta semana, a agenda de mobilização nas redações, universidades e assessorias.

Em vários estados haverá manifestações simultaneamente ao ato em Brasília. Jornalistas, professores, estudantes e segmentos da sociedade civil estão sendo convocados a vestirem a camisa do movimento "Jornalistas por Formação" nesta quarta-feira. Durante o ato, representantes do movimento entregarão ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, documento com milhares de assinaturas de apoio à manutenção do diploma como requisito para o exercício da profissão coletados em todo o país.

O movimento vem conquistando mais apoios. A mais recente manifestação veio do governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e do Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério Público da União (Sinasempu). Senadores, deputados federais e representantes de diversas entidades confirmaram presença no ato em frente ao STF.

Fonte/matéria: www.fenaj.org.br