Conferências estaduais poderão ocorrer até 22 de novembro

A Comissão Organizadora Nacional (COM) da 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) voltou a se reunir nesta terça-feira (20) em Brasília. Além de aspectos metodológicos e de preparação do processo, ficou definido que, em razão do adiamento da Conferência Nacional para os dias 14 a 17 de dezembro, o prazo de realização das etapas estaduais será prorrogado até 22 de novembro.

Preocupada com aspectos operacionais e com a proximidade da 1ª Confecom, a CON buscou esgotar o máximo possível de questões que ainda necessitavam de encaminhamentos. A Fundação Getúlio Vargas foi contratada para agilizar a operacionalização dos trabalhos e foi constituída uma subcomissão com dois representantes de cada segmento (governo, empresários e sociedade civil) também para agilizar a concretização das decisões tomadas.

Em função do adiamento da 1ª Confecom para 14 a 17 de dezembro, além da ampliação do prazo para a realização das Conferências Estaduais até 22 de novembro, ficou definido que todas as propostas que forem discutidas nas etapas estaduais serão remetidas para a etapa nacional. Com isso, a discussão das teses no estado não terá caráter deliberativo.

Também preocupada em assegurar o efetivo envolvimento de todos os segmentos que prosseguem representados no processo nacional, a CON determinou que as Comissões Organizadoras Estaduais (COE) devem funcionar com no mínimo dois representantes de cada setor.

Agenda e propostas

A FENAJ está disponibilizando uma agenda com as datas dos eventos preparatórios à 1ª Confecom e um documento com as propostas dos jornalistas para a conferência. Acesse  www.fenaj.org.br

Fonte: FENAJ