Correios reduzem jornada de trabalho dos jornalistas

Desde a última terça-feira (1/04) os jornalistas dos Correios de todo país estão trabalhando 5 horas por dia, de segunda à sexta, totalizando 25 horas semanais, uma vez que não há expediente aos sábados, de acordo com a Regulamentação Profissional da categoria (Decreto nº 83.284) e da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Os profissionais estavam cumprindo 44 horas semanais.
Essa redução da carga horária tem como base decisão da Justiça paulista que, a partir de ação movida pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, reduziu a jornada de trabalho para os jornalistas dos Correios contratados como Analista de Correios – especialidade técnica em Comunicação Social – Jornalismo.
Os Correios ainda tentam recorrer da decisão e a questão será definida pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), em Brasília. No entanto, no último dia 27, a empresa publicou uma circular anunciando que irá cumprir a decisão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) imediatamente.
O passo seguinte que está sendo aguardado pelos profissionais é o pagamento das horas extras acumuladas por causa do trabalho exercido acima da jornada legal da categoria.
Aqui no Espírito Santo, o Sindicato dos Jornalistas tem ações coletivas na Justiça para reduzir ao limite legal de 5h a jornada de trabalho em face da Prefeitura de Cariacica, e contra o edital do concurso público para cargo de jornalista no Hospital das Clínicas do Estado, que prevê carga horária de 8 horas. O Sindicato venceu ação com relação à jornada superior a 5 horas na Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).