Crise hídrica e barragem de Mariana

 

É importante lembrar que o capixaba atravessa uma crise hídrica que não se via há 40 anos e, no último mês sofreu o impacto da lama de rejeitos de minério da barragem da Samarco que se rompeu em Mariana, Minas Gerais, e poluiu o Rio Doce. Dois casos que necessitam de uma ampla e profunda cobertura jornalística.

Mesmo após dois meses da tragédia, é preciso que o jornalismo não esqueça e continue a cobertura aprofundada sobre o caso, cobrando das autoridades responsáveis a reparação do dano social e ambiental.