Demissão em massa na Tv Capixaba

Numa emissora pequena, que sempre trabalhou com um reduzido quadro de profissionais, a demissão de 5 jornalistas, 9 radialistas e ainda vários funcionários administrativos só pode ser denominada como demissão em massa.

As dispensas ocorreram na última segunda-feira (05), na redação da Tv Capixaba, afiliada da Rede Bandeirantes aqui no Espírito Santo. A desculpa é sempre a mesma: economia de gastos e corte de pessoal.

Agora, a Tv Capixaba, que já trabalha de forma enxuta, contará com apenas 3 equipes de reportagem para cobrir seu telejornal da noite que será reduzido a um terço do seu tempo.

“Muito nos espanta esta decisão da direção da Tv Capixaba, pouco depois do Sindicato e dos jornalistas terem acertado com a própria emissora que os profissionais iriam cumprir a jornada legal de 5 horas e o excedente seria pago como hora extra. O que não vinha sendo feito. Encabeçam a lista de demissões os jornalistas que reclamaram do abuso trabalhista cometido pela direção da empresa”, questionou a diretora Suzana Tatagiba.

Esse tipo de ação por parte das empresas contra seus empregados sempre será denunciada e combatida pelo Sindijornalistas, que já vem estudando junto com a sua assessoria jurídica, medidas cabíveis para coibir atitudes do patronato que vão de encontro ao trabalho decente e digno como acúmulo de função e hora extra não remuneradas.

O que aconteceu na TV Capixaba deixou a categoria dos jornalistas revoltada. A notícia das demissões correu por todas as redações do Estado e os profissionais demitidos receberam mensagens de apoio dos outros colegas. O Sindicato pede para os jornalistas se manterem mobilizados e atentos para agir ou acionar a Entidade sindical em casos semelhantes.