Dia do jornalista terá palestra com professor da UnB, Luiz Martins da Silva

A palestra é uma promoção do Sindicato dos Jornalistas –ES, com o apoio da Samarco Mineração SA. Acontecerá no dia 7 de abril, às 19 horas, no auditório da Assembléia Legislativa. O palestrante é mestre em comunicação, doutor em sociologia e coordenador do projeto SOS Imprensa que acompanha e analisa casos de erros, abusos e vítimas da mídia.

Imagem AtivaO Sindijornalistas convidou o jornalista e professor da Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB), Luiz Martins da Silva para falar sobre “Liberdade e Imprensa” para os profissionais do ES. Depois da palestra, será servido um coquetel para os participantes. O objetivo do Sindicato é comemorar a data buscando a valorização da categoria.

Mestre em Comunicação pela própria UnB e doutor em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa/UnB, Martins coordena o projeto SOS Imprensa da Fac/UnB. Como jornalista, atuou no Jornal de Brasília, no jornal O Globo e na revista Veja, entre outros. Organizou e publicou três livros e tem 19 capítulos publicados em outros livros.

Segundo uma entrevista concedida no dia 07/03, à UnB Agência, publicada no site da Secretaria de Comunicação da UnB, Martins diz o que o SOS Imprensa pretende ser uma ouvidoria humanitária.

Queremos ouvir qualquer pessoa que tenha uma fantasia sobre como a mídia deve ser. Não temos como julgar se a pessoa é ou não inocente, se a notícia foi ou não caluniosa, mas queremos ouvir até o Hildebrando (Pascoal, ex-deputado pelo Acre), que segundo os jornais, serrava seres humanos, porque ele se julga um injustiçado. Para a faculdade, interessa muito receber alguém que não se acha um santo, mas que discorda do retrato que pintaram dele nos jornais. Que noticiem o crime, mas com decoro e ética. O SOS Imprensa tem esse espírito. Não fazemos advocacia, mas vamos dar todas as orientações necessárias. E a primeira delas é: tente algo consensual. Nunca orientamos para o conflito, ainda que legítimo. Queremos que a cidade saiba que alguém solitário e desamparado será ouvido aqui, revela”.

O SOS Imprensa atende pelo telefone (61) 3307 2024 e pelo e-mail sosimprensa@unb.br. A equipe não presta serviço de advocacia, apenas de orientação a respeito de direitos e procedimentos a serem adotados por pessoas que se sentem vítimas dos meios de comunicação. Os interessados podem encontrar informações, como notícias e legislação referente à mídia, na página eletrônica www.unb.br/fac/sos.

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o que pensa o nosso palestrante, acesse: http://www.secom.unb.br/entrevistas/entrevista.php?id=16