Estudantes de Comunicação iniciam ano sem laboratórios para as aulas práticas

Estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) iniciaram o ano letivo sem laboratórios para as aulas práticas. Diante do problema e reunidos em assembléia realizada no último dia 18, os alunos decidiram fazer uma manifestação de protesto, caso os novos laboratórios – que ainda estão em obra – não estejam funcionado até o dia 16 de abril. O prazo foi dado pelo Departamento de Comunicação durante a reunião dos estudantes. 

Com os alunos à mercê do término das obras, o Centro Acadêmico de Comunicação Social (Cacos) vem acompanhando o andamento dos trabalhos desde o ano passado e a expectativa era iniciar o semestre já no prédio novo, com toda a infraestrutura necessária. Mas isso não ocorreu. “Pouca coisa avançou no cronograma de obras, apesar de nossas cobranças”, lamenta Vinícius Altoé, da direção do Cacos.

De acordo com o chefe de Departamento do Curso de Comunicação Social, Cleber Carminati, uma comissão de professores também tem acompanhado e cobrando agilidade nas obras, mas a demora na conclusão dos trabalhos tem  prevalecido, levando a essa situação. “Talvez tenha sido precipitado o acordo para sairmos do prédio do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) sem que os novos laboratórios estivessem funcionando minimamente”, reconhece.

No entanto, Carminati garantiu que os estudantes não serão prejudicados, já que em um primeiro momento os professores darão aulas teóricas. “No caso de matérias como Planejamento Gráfico, serão utilizados os computadores do Centro de Artes. Televisão e Vídeo, por enquanto, continuam no CCJE”, afirma.

Até o ano passado, os alunos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda utilizavam os laboratórios montados em um dos prédios do CCJE. Mas, devido à abertura de novos cursos pela universidade, o prédio passará a abrigar o curso de Gemologia.