FENAJ e Sindijornalistas defendem liberdade de imprensa

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e o Sindicato dos Jornalistas no Espírito Santo (Sindijornalistas) vêm a público defender a liberdade de imprensa e manifestar solidariedade ao jornalista Max Ladeira. O jornalista está sendo processado criminalmente pelo secretário de estado Thiago Hoffman, em razão de divulgação de informações acerca de supostas fraudes em licitação na Prefeitura de Caravelas (BA) e adesão à ata de registro de preços por parte da Prefeitura de Vitória, que estão sob investigação dos Ministérios Públicos do Espírito Santo e da Bahia.

FENAJ e Sindijornalistas reforçam que o direito à informação jornalística está consagrado na Constituição brasileira e que é parte constitutiva do trabalho dos profissionais jornalistas apresentar à sociedade informações de interesse público, em especial as que dizem respeito às ações de governos (municipais, estaduais ou Federal) nas gestões de recursos e bens públicos.
Recorrer ao Poder Judiciário é um direito de qualquer cidadão que se sinta ofendido ou prejudicado, mas aos homens e mulheres públicos cabe o princípio da transparência, com a divulgação de informações e esclarecimentos sobre seus atos administrativos e/ou políticos.
FENAJ e Sindijornalistas esperam que os fatos sejam devidamente esclarecidos e, especialmente, que o juiz de Direito Leandro Duarte, da 4ª Vara de Cachoeiro de Itapemirim, resguarde a liberdade de imprensa e o direito à informação dos cidadãos e cidadãs capixabas.