Fenajprev: fundos de pensão também se preocupam com a Sustentabilidade.

O fortalecimento da previdência complementar, que representa atualmente cerca de 15% do Produto Interno Bruto (PIB), aumenta a responsabilidade dos fundos de pensão com o desenvolvimento do país. Não só econômica, mas também socialmente.
Por isso, a ABRAPP – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar, mantém uma Comissão Técnica Nacional de Sustentabilidade, da qual participam representantes de vários Fundos de Pensão, assim como a Petros. O diretor presidente da Associação, José de Souza Mendonça, explica que cada vez mais as entidades de previdência complementar vêm investindo em empresas que se preocupam com o meio ambiente.

A Petros, Fundação que administra os recursos do FENAJprev, também vem adotando essas
práticas. O tema já está na pauta do seu Planejamento Estratégico há algum tempo, uma vez que os recursos administrados são geridos em longo prazo. Assim, é primordial investir os recursos dos Participantes com responsabilidade, preferencialmente com o olhar voltado para a Sustentabilidade.
Tudo isso acaba se refletindo também na própria política de investimentos da Petros. Por isso,uma nova metodologia vem sendo desenvolvida pelos seus técnicos, com o objetivo de avaliar de maneira criteriosa o envolvimento social, ambiental e de governança corporativa das empresas em que a Petros tem participação. Esse tipo de atuação é fundamental para dois temas muito importantes: o desenvolvimento social e a preservação ambiental.
Os Participantes do FENAJprev têm então um motivo a mais para ficarem tranquilos com relação ao seu próprio futuro e ao do planeta. A Petros cuida dos projetos pessoais dos Jornalistas, mas também se preocupa com as questões que podem afetar toda a sociedade.
Se você ainda não é Participante do FENAJprev, está na hora de começar a pensar no seu
projeto de futuro: ligue 0800 025 35 45, das 8 às 19h. Acesse www.petros.com.br