Fernando Molica fará conferência de abertura do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas

Fernando-MolicaO jornalista e escritor Fernando Molica fará a conferência magna do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas. O tema “Jornalismo ético: a sociedade quer e precisa” seria inicialmente apresentado pelo jornalista, colunista e membro do conselho editorial da Folha de São Paulo, Jânio de Freitas, mas o jornalista teve que cancelar sua participação em função de problemas de saúde. A conferência magna será no dia 25 de Agosto, às 20h45, no Augustus Hotel, no Centro de Goiânia.

Carioca, Fernando Molica é diretor da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), escritor e já atuou em grandes jornais como Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, O Globo e O Dia, onde escreve crônicas semanalmente. Em 2004 Fernando Molica recebeu o prêmio Vladimir Herzog e em 2008 o prêmio Orixalé, do AfroReggae. O jornalista organizou e coordenou o MBA em Jornalismo Investigativo e Realidade Brasileira da Fundação Getúlio Vargas.

Comenda da FENAJ

O 37º Congresso terá, além das atividades programadas, homenagens à ex-presidentes da FENAJ em comemoração dos 70 anos da entidade. Também durante o Congresso  acontecerá a posse da diretoria eleita da FENAJ para o biênio 2016/2018.

A Comenda de Honra da Federação Nacional dos Jornalistas será entregue para os ex-presidentes que lideraram a entidade a partir da instituição das eleições diretas para a diretoria. E será, também, um momento de reafirmação da defesa da democracia.

Programação

Tendo como tema central “Jornalismo ético: a sociedade quer e precisa”, o 37º Congresso irá debater, durante os painéis e oficinas, outros assuntos importantes para a categoria, como Rádio Pública, Conselho Federal dos Jornalistas (CFJ), a formação e a conduta profissional. A programação inclui a posse da nova diretoria da FENAJ, que será realizada na noite do dia 27, em solenidade festiva para todos os participantes.
A tarde de quinta-feira, dia 25, será destinada às oficinas: “Uso das redes sociais no Jornalismo esportivo” com Jéssica Gonçalves Pereira, jornalista freelancer em Goiânia e mestre em jornalismo pela UFSC;“Programação de Rádio Pública”, com a jornalista, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, coordenadora do GP Rádio e Mídia Sonora da Intercom e diretora da FENAJ, Valci Zuculoto; “Documentário jornalístico” com o jornalista, documentarista e repórter da TV Anhanguera, Márcio Venício; e “Infográficos” com o editor de Arte do jornal O Popular, André Rodrigues.

Painéis

Os painéis começam na sexta-feira, dia 26, às 9 h com o tema “Jornalismo: conhecimento da realidade para a ação cidadã”. A discussão será comandada pelo professor da Universidade Federal do Mato Grosso, jornalista Edson Spenthof, pelo repórter da Gazeta do Povo, de Curitiba, jornalista Chico Marés, e o professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Federal de Santa Catarina, Nilson Lage, também autor de vários livros sobre jornalismo.

Veja a programação dos demais painéis:

26/08 – 11 h – “Ética no Jornalismo: compromisso dos jornalistas e direito da sociedade. O CFJ como caminho para o exercício ético da profissão”, com o presidente da Comissão Nacional de Ética da Fenaj, Sérgio Murillo, e o professor da Universidade Católica de Pernambuco, Juliano Domingues.

26/08 – 14 h –  “A formação do jornalista e sua importância para a conduta ética na profissão”, com o professor da Universidade Federal de Santa Catarina, Eduardo Meditsch; a professora da Universidade Federal de Uberlândia (MG) e presidente do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), Mirna Tonus; e a professora da Universidade  de Brasília, Carmem Pereira.

27/08 – 9 h – “Comunicação democrática, plural e ética: a exigência de um novo marco regulatório e o papel do sistema público”, com o presidente da FENAJ e da Federação de Jornalistas da América Latina e do Caribe (Fepalc), Celso Schröder; a presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rita Freire; e a coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Renata Mielli.

Plenárias Deliberativas

Apenas os delegados têm direito a voto nas plenárias deliberativas, mas observadores e estudantes têm voz e podem participar expondo suas opiniões. Na quinta-feira, dia 25, às 17 horas acontece a aprovação do Regimento Interno do37º Congresso Nacional dos Jornalistas. No dia 26, sexta-feira, a partir das 16 horas e no sábado, dia 27, a partir das 11 horas, serão discutidas e aprovadas as teses e moções do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas.

 

 

Fonte/texto: www.sindjorce.org.br