Jornalista é agredida por cabos eleitorais em Guaçui

A jornalista da Rádio 90,5 FM Danielle Muruci de Oliveira foi impedida de realizar seu trabalho na manhã de sábado (14) quando cobria a movimentação de cabos eleitorais na Praça João Acacinho, centro de Guaçuí, Sul do Estado. De acordo com a jornalista, ela foi abordada por cabos eleitorais de uma candidata a prefeita do município. Daniela foi empurrada, agredida verbalmente, quando tirava fotos pelo celular.

O grupo tentou arrancar o celular das mãos da jornalista e ainda exigiu que apagasse as fotos. Daniela fazia o registro do fato para a emissora da cidade, quando foi surpreendida pelos cabos eleitorais.  A PM foi acionada e a jornalista registrou a boletim de ocorrência (b.o) na delegacia.

Danielle Muruci de Oliveira trabalha numa rádio.

Daniela relatou no b.o. que foi abordada por oito supostos eleitores da coligação “Guaçui, o futuro é agora”, da então candidata a prefeita  Simone Biondo (DEM). Munidos de bandeiras, os agressores recorreram a termos chulos para intimidar a jornalista. Eles teriam dito, segundo relatou Daniela: “Você não vai publicar essa matéria” e, ainda a ameaçado: “Se publicar, você vai ver se comigo”. Antes da chegada da PM, os agressores saíram do local.

Simone Biondo obteve 35,73% dos votos, contra 21,62% de Paulinho Vitalino (PSB) e 42,65% de Jauhar (Republicanos), prefeito eleito no domingo (15). Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Procurada pelo Sindijornalistas/ES, Simone Biondo não retornou até o fechamento desta reportagem.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Espírito Santo (Sindijornalsitas/ES) repudia com veemência a atitude violenta com que a jornalista foi tratada durante a cobertura das eleições municipais.  O Sindicato solicita às autoridades da Segurança Pública a apuração rigorosa desse fato bem como a proteção a todos as/os jornalistas –  inclusive dos que ainda irão trabalhar, nas cidades em que haverá segundo turno, para evitar tais atitudes descompensadas e fora da civilidade.