Juiz ignora pedido para antecipar audiência contra falta de pagamento de A Tribuna

Cassio_MoroO juiz Cassio Ariel Moro ignorou o pedido de liminar requerida pelo Sindijornalistas para antecipar a audiência marcada para apenas dia 30 de maio.

O Sindicato entende que o atraso em até 20 dias das verbas alimentares é grave e deveria ser tratado com celeridade pela Justiça do Trabalho.

Diante a audiência no MPT-ES, onde a empresa assumiu todas as irregularidades e não apresentou nenhum plano efetivo para regularizar a situação, o Sindijornalistas imediatamente protocolou a ata desta audiência junto ao processo que aguarda audiência.

“Paralelo a Ação Civil Pública, o Sindicato protocolou Denúncia ao MPT, conforme já mencionado, e em recente audiência de mediação naquele órgão, a empresa confirmou todos os relatos na petição inicial, conforme ata de audiência em anexo.

Sendo assim, requer-se a Vossa Excelência que diante da nova prova, analise novamente o pedido de concessão de liminar, eis que imperativo a atuação da Justiça do Trabalho para que os jornalistas possam ter seu direito respeitado.

Outrossim, se outro for o entendimento, ou seja, pela não concessão da medida liminar, requer-se a Vossa Excelência a Redesignação de Audiência para data mais próxima, ante a longínqua data da audiência que foi marcada para 30/05/2017 e pelos fatos gravíssimos aqui relatados.”

No entanto, lamentavelmente a Justiça do Trabalho no Espírito Santo não acatou o pedido.

“Atento aos termos da petição do Sindicato-autor (Sindicato dos J. Profissionais do Estado do Esp Santo.), aguarde-se a audiência.

VITORIA, 7 de Março de 2017.

CASSIO ARIEL MORO

Juiz(íza) do Trabalho Substituto(a)”

O Sindicato cobra que a justiça cumpra seu papel constitucional e faça com que a empresa respeite a legislação vigente.