Maioria da bancada capixaba na Câmara dos Deputados é favorável à PEC dos Jornalistas

Dirigente da Fenaj e presidentes de Sindicatos com o apoio do deputado Helder Salomão.

Deputado Helder Salomão é favorável a aprovação da PEC dos Jornalistas

Dos dez deputados federais do Espírito Santo, seis já se posicionaram  favorável à PEC do Diploma. A Proposta de Emenda Constitucional 206/2012 restabelece a obrigatoriedade do diploma de curso superior em jornalismo como requisito para o exercício da profissão.

Na Câmara dos Deputados, na quarta-feira (25/3), junto com dirigentes da Fenaj e presidentes de sindicatos, a coordenadora geral do Sindijornalistas, Marilia Poletti, , conversou com parlamentares e lideres de bancadas para aprovação da PEC. “A receptividade entre os parlamentares é favorável a aprovação”, disse.

A mobilização da categoria continua nos estados. No dia 7 de abril,  dirigentes da FENAJ, dos Sindicatos de Jornalistas e estudantes estarão,  novamente, no Salão Verde, da Câmara Federal, para acompanhar a votação e conversa com os deputados. “No dia dos jornalistas, esperarmos comemorar a aprovação da PEC”, diz Marília Poletti.

Placar – Até o dia da votação a Fenaj e sindicatos estarão atualizando o placar de votação. “Esperamos que os deputados capixabas, que ainda não se posicionaram, que expressem sua posição para o Sindijornalistas para possamos atualizar o placar”, destaca a coordenadora geral do Sindicato. Durante o ato, em Brasília, o deputado Helder Salomão  disse apoiar a luta dos jornalistas e votar favorável a PEC.

A direção do Sindicato dos Jornalistas no Espírito Santo fez contato com todos os parlamentares e suas assessorias, pessoalmente, por telefone e e-mail.  Até o momento, dos dez deputados capixabas, seis já declararam voto favorável a aprovação da da PEC dos jornalistas.

Votam SIM pela PEC do Jornalistas, os deputados

Helder Salomão (PT)
Givaldo Vieira (PT)
Sergio Vidigal l (PDT)
Evair de Melo (PV)
Paulo Foleto (PSB)
Lelo Coimbra (PMDB)

Ainda NÃO definiram o voto, os deputados

Dr.Jorge Silva (PROS)
Carlos Manato (PSD)
Marcus Vicente (PP)
Max Filho ( PSDB)