“Nos manteremos nas próximas disputas”, afirma Inês Simon

Filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT) e membro da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Espírito Santo (Sindijornalistas/ES), Inês Simon concorreu a uma vaga no Legislativo de Vila Velha. Abaixo, ela conta por quais motivos decidiu disputar as eleições municipais deste ano.

A maior motivação para a nossa candidatura em 2020 foi a ameaça que continua a pairar sobre a Democracia e os Direitos de Cidadania que tiveram o seu auge no Golpe de 2016 contra a presidenta Dilma. O poder central do país se alicerça nos micropoderes locais: prefeituras e Câmara de Vereadores. Eles que dão enraizamento às campanhas que elegem presidentes da República, cujas políticas públicas interferem diretamente  na qualidade de vida nas cidades.

 

Ser jornalista me inspirou muito a fazer este enfrentamento porque nossa categoria tem como razão de ser a materialização do Direito Humano à Informação correta sobre os fatos cotidianos de interesse social. E este direito alicerçado na defesa de todos os Direitos Humanos e de Cidadania e na defesa intransigente da Democracia.

 

Uma jornalista vereadora,  feminista, antirrascista e anticapitalista seria uma voz pública muito importante para estas defesas no município, e quase chegamos lá! Nos manteremos nas próximas disputas e desde sempre nos movimentos sociais.