Nota de Repúdio

 O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Espírito Santo repudia a atitude de familiares de Gustavo Simonassi que, durante sua transferência para o Centro de Triagem, no Departamento Médico Legal (DML) agrediram verbalmente e fisicamente trabalhadores da imprensa capixaba.

Entre os jornalistas atingidos estavam a repórter Rafaela Freitas da TV Vitória e o diretor do Sindijornalistas e repórter da TV Capixaba, Getúlio Costa, que foi empurrado pela mãe de Gustavo quando tentava esconder o rosto do filho.

Gustavo foi autuado por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, disparo em via pública, dano ao cofre de viatura e posse de droga para uso pessoal, após se envolver em um acidente de trânsito na tarde deste domingo (01) e atirado contra populares ao sair do veículo depois de capotar o carro.

O Sindijornalistas lamenta o ocorrido e se coloca à disposição dos jornalistas atingidos para que todas as providências legais sejam tomadas. Atentar contra o trabalho da imprensa é atentar contra a sociedade.