Nota de Repúdio – Justiça Capixaba censura sites que publicaram matéria de citado na Lava Jato nomeado pelo estado

Mais uma vez, decisão da Justiça Capixaba fere os princípios da liberdade de imprensa ao determinar a retirada de informação jornalística de circulação.

Dessa vez, a justiça determinou que sites como Valor Econômico, ES Hoje, Sindipúblicos, Sindibancários, entre outros, retirassem do ar reportagens que informam que, segundo divulgado pela Polícia Federal, o presidente do Banestes fora citado durante investigação da Operação Lava Jato.

O coordenador geral do Sindijornalistas, Douglas Dantas, comenta que “causa estranheza, em pleno Estado Democrático de Direito, a justiça agir contrária à liberdade de imprensa, determinando que publicações sejam excluídas do ar retornando aos sombrios tempos da ditadura, em que cidadãos eram impedidos de conhecer de fato o que acontecia na sociedade.”

O Sindicato entende que decisões como essa fragilizam a democracia brasileira, que vem sendo atacada por setores da sociedade que por ora tentam retomar práticas violadoras de direitos usadas no período ditatorial.

Defendemos a plena liberdade de imprensa, o direito à informação e a atuação dos jornalistas. E ressaltamos que a Justiça deve obrigar, quando o necessário, que o veículo informativo publique a versão do noticiado, mas nunca censurá-los, salvo casos específicos de calúnia e difamação.

Por fim, cobramos do Governo do estado um posicionamento no sentido de garantir que todos os seus gestores nomeados respeitem os princípios da liberdade de imprensa e defesa do exercício do jornalismo.