Nota de Repúdio – Por respeito pleno à todas as jornalistas

 

 

 

 

É com perplexidade que a diretoria do Sindijornalistas/ES e da Fenaj recebem a informação que um jornalista, com passagens por conhecidos veículos de comunicação brasileiros, tem utilizado de um perfil falso para cometer crimes virtuais.

Entre esses, atentar contra as colegas jornalistas encaminhando ‘nudes’ e constrangendo-as e praticando assédio sexual. Caso esse revelado poucos dias após um outro envolvendo assédio nas redações capixabas.

Cobramos dos jornalistas o respeito à todas as suas colegas de profissão, cumprindo as prerrogativas do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. E reafirmamos que para se fazer um jornalismo responsável, ético, o profissional também deve respeitar todas as suas fontes, colegas de profissão e toda sociedade. Destacamos que “É dever dos jornalistas:
XI – defender os direitos do cidadão, contribuindo para a promoção das garantias individuais e coletivas, em especial as das crianças, dos adolescentes, das mulheres, dos idosos, dos negros e das minorias; (art 6 Código de Ética dos Jornalistas)”

O Sindicato se solidariza às profissionais que tiveram seus direitos violados e incentiva que todas as mulheres busquem seus direitos denunciando a todos. Não podemos nos calar! Pelo respeito pleno à todas as mulheres jornalistas!

Diretoria do Sindijornalistas/ES

– O nome do acusado não está sendo divulgado para não atrapalhar as investigações que correm em segredo de justiça –