Órgãos públicos abrem 11 concursos para jornalistas no início do ano

O ano de 2010 começa com 11 concursos públicos para jornalistas em todo o Brasil. No total, são 28 vagas e 11 cadastros de reserva, com salários que variam entre R$1.200 mais benefícios e R$ 6.722,85.

 

Federais
A Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa) é a que oferece maior número de vagas. São sete vagas e sete cadastros reservas, em várias regiões do País, com salário de R$ 6.333,74. O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) abre cinco vagas para assessores de imprensa, com remuneração de R$ 2.772,80 para uma carga-horária de quatro horas.

Sul
No Paraná, as prefeituras de Paranavaí (1 vaga) e Araucária (2 vagas) oferecem salários que variam entre R$ 1.532,61 e 2.215,36. Também na região Sul, a Refinaria Alberto Pasqualini S.A. (Refap) abre concurso para cadastro reserva de jornalista, com vencimentos de R$ 3.656,96. Para universitários, a Prefeitura de Joinville abre duas vagas para estudantes de jornalismo, que devem receber bolsa-auxílio de R$ 765. Já a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação de Santa Catarina, oferece uma vaga para jornalista, com salário de R$ 1.200 mais benefícios.

Sudeste
Já no estado de São Paulo, a Fundação Casa oferece seis vagas com vencimentos de R$ 2.833,64 para o cargo de especialista em Desenvolvimento e Gestão (jornalista). No Rio de Janeiro há dois concursos abertos, mas apenas para cadastros de reserva. O primeiro é o do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o segundo da Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (Investe – Rio), os vencimentos variam entre R$ 2.419,07 e R$ 2.877,26.

Norte e Nordeste
Na região Norte a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) abre concurso para preencher uma vaga de professor, com remuneração, dependendo da titulação, de até R$ 6.722,85. No nordeste a Prefeitura de Caravelas, na Bahia, tem um posto para jornalista, com vencimentos de R$ 1.880. Em Pernambuco, há uma vaga para trabalhar na Secretaria das Cidades, com remuneração de R$ 1.600. No Piauí, a Secretaria de Estado da Educação e Cultura oferece duas vagas para jornalistas trabalharem como professores de ensino médio profissionalizante, nas disciplinas de rádio e televisão. Segundo o edital, o cargo é temporário, dois anos, e o valor da remuneração corresponde a 80% do valor dos vencimentos do professor efetivo.

Fonte: Comunique-se – Da Redação