Querem nos calar? Sindicato promove debate sobre Conselho, Censura e Grampo

Toda a sociedade está convidada para uma conversa sobre o Conselho Estadual de Comunicação, que acontecerá no dia 17, no Mercado São Sebastião, em Jucutuquara, às 19h. A iniciativa é do Sindijornalistas e tem como objetivo esclarecer os jornalistas sobre o que é o Conselho Estadual de Comunicação, qual é o seu papel e como surgiu essa proposta vinda dos sindicatos e movimentos sociais. Além disso, em virtude dos cinco anos do caso do grampo da Rede Gazeta, essa sim uma atitude real de censura, será discutido em que situação estão as questões judiciais relacionadas  a esse acontecimento.

Na ocasião estarão presentes o advogado do Sindijornalistas André  Moreira, o deputado estadual Cláudio Vereza, o presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Bruno de Souza e a secretária de comunicação da  Prefeitura de Vitória, Ruth Reis.

O evento também contará  com a presença da secretária geral e do diretor do Sindijornalistas, Sueli de Freitas e Rodrigo Binotti. Ambos participaram da Conferência  Nacional de Comunicação (Confecom), na qual sindicatos e movimentos  sociais aprovaram propostas como a criação de um Conselho Nacional de  Comunicação.

É importante que esse evento conte com ampla participação da categoria,  uma vez que muitos jornalistas ainda não sabem do que se trata o  Conselho Estadual de Comunicação. Essa é uma oportunidade para que todas  as dúvidas sobre o assunto sejam tiradas, já que a mídia hegemônica  está colocando os interesses econômicos em primeiro lugar ao dizer que a  criação do Conselho Estadual de Comunicação, que vai ao encontro dos  anseios de uma sociedade democrática, é um ato de censura.

É importante destacar também que, dentro dessa própria mídia que acusa o  conselho de ser um atentado à liberdade de expressão, a censura, muitas  vezes, é praticada, a exemplo da não publicação do artigo do colunista  Hélio Gaspari sobre a calamidade do sistema prisional capixaba. O projeto de indicação que prevê a criação do Conselho Estadual de  Comunicação é de autoria do deputado estadual e jornalista Cláudio  Vereza.

A proposta foi protocolada no final de novembro e vai ao  encontro dos anseios dos movimentos populares, já que a criação do  conselho foi uma das medidas aprovadas na Conferência Estadual de  Comunicação, realizada em 2009.