Sindijornalistas notifica empresas para garantir segurança em cobertura presidencial

Diante às constantes violências praticadas pelo presidente Jair Bolsonaro e/ou seus apoiadores aos profissionais da imprensa, o Sindijornalistas encaminhou notificação às empresas de comunicação para que resguarde a segurança de seus jornalistas durante a cobertura.

Também foi orientado que o trabalho seja realizado com utilização de drones evitando o contato físico.

Além de documento às empresas, o assunto também foi colocado em reunião presencial realizada junto aos representantes do Sertes e Sindijores na última terça-feira (19).

Lembramos que é dever do empregador garantir condições dignas e segura aos seus profissionais e fatos alheios podem ensejar direito à indenização. O mesmo vale para correligionarios do presidente que por ventura agrida a imprensa.

O Sindijornalistas reforça que estará sempre atento e à disposição de seus sindicalizados caso necessitem de encaminhamentos jurídicos.

Segue abaixo texto do documento encaminhado às empresas:

 

Considerando a visita do presidente Jair Messias Bolsonaro ao Espírito Santo no próximo dia 23 de julho;
Considerando episódios de desrespeito e violências físicas e verbais cometidas por correligionários de Bolsonaro;
Considerando os ataques à imprensa e seus profissionais pelo próprio presidente;
Vimos recomendar aos veículos de imprensa do Espírito Santo:
– Garantias de segurança aos profissionais durante toda cobertura da passagem do mesmo pelo Espírito Santo;
– Possibilidade de uso de drones e outros recursos que evitem o contato direto da equipe de reportagem aos participantes dos eventos;
– Desobrigação que as equipes estejam próximas aos mesmos;

Foto Agência Brasil