XX ENJAI debate a credibilidade da informação jornalística na era da comunicação digital

esteProfissionais que atuam no mercado de assessoria de imprensa de todo o País estarão em Fortaleza (CE) para o XX Encontro Nacional de Jornalistas em Assessoria de Imprensa (ENJAI 2015). O evento acontece de 1º a 3 de em outubro, no Seara Praia Hotel.

Com o tema “A credibilidade da informação jornalística na era da comunicação digital”, o ENJAI deve reunir cerca de 300 participantes, entre jornalistas profissionais e estudantes. O Sindicato dos Jornalistas profissionais no Estado do Ceará é o realizador do evento, que é promovido a cada dois anos pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).

“Queremos debater o jornalismo a partir da lógica desse segmento que representa boa parte dos profissionais do mercado”, explica Celso Schröder, presidente da FENAJ e da Federação dos Periodistas da América Latina e Caribe (Fepalc).

De acordo com a pesquisa Perfil do Jornalista Brasileiro, realizada Universidade Federal de Santa Catarina, em parceria coma FENAJ, 40,3% dos jornalistas no país atuam fora da chamada mídia tradicional, ou seja, em atividades como assessores de imprensa/comunicação. Deste total, 39,4% têm carteira assinada.

“Entidades públicas e privadas, empresas, organizações não-governamentais e governos percebem cada vez mais a importância estratégica da comunicação e da difusão de informações”, afirma o presidente da FENAJ. O evento conta com patrocínio do Governo do Estado, Assembleia Legislativa do Ceará, Banco do Nordeste, Câmara Municipal de Fortaleza, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e Naturágua.

Durante o encontro serão apresentados, também o resultado de uma sondagem feita junto aos cursos de Jornalismo sobre o ensino de assessoria de imprensa e os novos currículos dos Cursos de Jornalismo e uma pesquisa sobre o controle editorial nas redações brasileiras.

A Assessoria de Imprensa é uma importante área para o exercício profissional dos jornalistas, tanto que as próprias novas DCNs, no seu artigo 3º, determinam “incluir, na formação profissional, as rotinas de trabalho do jornalista em assessoria a instituições de todos os tipos”. Por isso, com esta primeira sondagem geral, a FENAJ pretende iniciar um mapeamento que posteriormente será aprofundado e ampliado, com mais questões a respeito da formação com foco em assessoria.

Já a pesquisa sobre o controle editorial nas redações brasileiras é um aprofundamento da pesquisa “Quem é o Jornalista Brasileiro” mais voltada para as questões da ética profissional. A ser lançada em novembro de 2015, tal pesquisa foi proposta pelos professores Mário Messagi Júnior e Ester Athanásio, da UFPR, e será aplicada pelo Departamento de Jornalismo da instituição, com apoio da FENAJ.

Conselho de Representantes
Após o encerramento do ENJAI, no domingo haverá reunião extraordinária do Conselho de Representantes, composto por um representante de cada Sindicato filiado à FENAJ. Entre outros assuntos estará em debate a emissão das carteiras de jornalistas.

Confira a programação do XX ENJAI:

1º de outubro de 2015 (quinta-feira)

12h30 – Credenciamento e entrega de material

13h30 às 15h30 – 1º Bloco de Oficinas

Oficina 1 – Assessoria de Imprensa e a Lei de Acesso à Informação
Alberto Perdigão, doutorando em Comunicação e Cultura pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Vale Douro e professor da Universidade de Fortaleza (Unifor)

Oficina 2 – Assessoria de imprensa em organizações do terceiro setor e movimentos sociais
Marcelo Matos, assessor de imprensa do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST/CE)

Oficina 3 – Os desafios da Assessoria de Imprensa para grandes corporações
Mauro Costa, diretor Institucional da AD2M Engenharia de Comunicação

15h30 à 15h50 – Intervalo

15h50 às 17h50 – 2º Bloco de Oficinas

Oficina 4 – Introdução à Assessoria de Imprensa Digital: ferramentas e estratégias
Washington Forte, diretor de Comunicação do Instituto Brasileiro de Políticas Digitais Mutirão e assessor da Confetam/CUT

Oficina 5 – Gestão de Crises em Assessorias de Imprensa
João José Forni, mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB), autor do livro Gestão de Crises e Comunicação – O que os gestores e profissionais de comunicação precisam saber para enfrentar crises corporativas e editor do site Comunicação e Crise

Oficina 6 – Mídias customizadas e comunicação organizacional na gestão da imagem
José Antônio Martinuzzo, pós-Doutor em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense e autor do livro Os Públicos Justificam os Meios – Mídias customizadas e comunicação organizacional na economia da atenção

17h50 – Intervalo

20h – Cerimônia de abertura
Celso Schröder, presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e da Federação dos Jornalistas da América Latina e do Caribe (FEPALC), e vice-presidente da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ)
Samira de Castro, presidente do Sindicato dos Jornalistas no Ceará (SINDJORCE) e 2ª tesoureira da FENAJ

21h30 – Coquetel de boas vindas

2 de outubro de 2015 (sexta-feira)
8h30 – Votação do Regimento Interno, eleição da mesa diretora e da comissão da Carta de Fortaleza

10h30 às 12h30 Painel 1 – A credibilidade da informação jornalística na era da comunicação digital
Wilson da Costa Bueno, doutor em Comunicação pela Universidade de São Paulo, professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo e líder do grupo de pesquisa Criticom – Comunicação Empresarial no Brasil: uma leitura crítica
Samuel Lima, doutor em Mídia e Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina, professor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília e coordenador do livro Perfil do Jornalista Brasileiro
Celso Schröder, presidente da FENAJ e da FEPALC, e vice-presidente da FIJ
Mediação: Samira Castro, presidente do Sindjorce e 2ª tesoureira da FENAJ

12h30 às 14h30 – Intervalo

14h30 às 16h30 Painel 2 – Ética e direito à informação nas assessorias de imprensa
Sérgio Murillo de Andrade, presidente da Comissão Nacional de Ética dos Jornalistas, ex-presidente da FENAJ e do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina
Graça Caldas, pós-Doutora pelo Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociência da Unicamp e professora do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo
Mediação: Suzana Tatagiba, 1ª tesoureira da FENAJ e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do Espírito Santo
16h30 às 16h50 – Intervalo

16h50 às 18h50 – Rodas de Conversa
Sala 1 – Recursos tecnológicos de comunicação como fonte de pesquisa jornalística

Antino Silva, gestor da Célula Web na Coordenadoria de Comunicação do Governo do Estado do Ceará
Coordenação: Guto Camargo, secretário-geral da FENAJ e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo

Sala 2 – As novas diretrizes curriculares e o ensino da assessoria de imprensa
Carmen Pereira, doutora em Memória Social pela Unirio, professora e diretora de Educação e Aperfeiçoamento Profissional da FENAJ
Valci Zuculoto, professora, 1ª secretária da FENAJ e diretora do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina
Coordenação: Bruno Cruz, diretor executivo da FENAJ

Sala 3 – Assessoria de imprensa sindical e as transformações para o mundo virtual
Douglas Dantas, assessor de comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos) e diretor do Departamento de Mobilização em Assessoria de Comunicação da FENAJ
Coordenação: Wilson Reis, diretor executivo da FENAJ e presidente do Sindicato dos Jornalistas do Amazonas

18h50 – Intervalo

3 de outubro de 2015 (sábado)
8h30 às 10h30 Painel 3 – O cenário da assessoria de imprensa na América Latina

Eduardo Ribeiro, diretor de Jornalismo do Portal Comunique-se, de Produtos Editoriais da Jornalistas Editora/Mega Brasil Comunicação e integrante do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI)
Mediação: Valci Zuculoto, 1ª secretária da FENAJ e diretora do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina

10h30 às 10h50 – Intervalo

10h50 às 12h50 Painel 4 – A precarização das relações de trabalho e os direitos dos jornalistas nas assessorias de imprensa
Maria José Braga, vice-presidente da FENAJ, assessora de Comunicação do Instituto Federal de Goiás (IFG) e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Goiás
Roberto Heloani, doutor em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e Pós-Doutor em Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP)
Mediação: Valdice Gomes, 2ª vice-presidente da FENAJ e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas

12h50 às 14h50 – Intervalo

14h50 às 19h – Plenária final

19h às 19h20 – Intervalo

19h20 – Eleição da sede do XXI ENJAI e leitura da Carta de Fortaleza

 

Fonte: Fenaj